20 perguntas para salvar seu casamento do divórcio (e se apaixonar novamente)

Você pode salvar seu casamento do divórcio de uma forma que nunca imaginou.

A magia do amor evaporara-se com a chegada dos desafios e da monotonia. Sim, eu sei que você nunca imaginou que iria se chatear um pouquinho com a presença do outro, ou que iria se irritar com seu ronco, ou suas constantes reclamações pela desordem. Mas sim, você descobriu que seu amor ideal não é tão ideal como pensava.

Mas, agora vocês estão casados e o que está feito, está feito, como diz o ditado. Pensar em divórcio por tais insignificâncias é absurdo; no entanto, há casais que o fazem e não duram um ano. Para mim isso é sinal de duas coisas: que mentiram a respeito de seu amor, ou que simplesmente compraram a ideia do conto de fadas que a Disney lhes vendeu. Isso é ruim.

A ciência pode salvá-los do divórcio

Penso que, se em algum momento o casal chegar a considerar o divórcio como opção, deve fazê-lo por razões de peso e não simplesmente porque um “ronca muito”. Ainda assim, o especialista em relações matrimoniais Andrew G. Marshall, com 30 anos de experiência, explica que, mesmo à beira do divórcio, um casamento pode ser salvo.

Em seu livro “Podemos recomeçar, por favor? ”, levanta uma série de perguntas que, segundo ele, poderiam ressuscitar uma relação que caminha para o divórcio.

Estas perguntas são inspiradas num estudo realizado há duas décadas pelo psicólogo Arthur Aron. Esse estudo pretendia estabelecer se um casal de desconhecidos era capaz de se apaixonar depois de responder 36 perguntas.

A surpresa é que o resultado foi positivo e, 6 meses depois, os pesquisadores, bem como alguns de seus participantes, receberam um convite de casamento. Então, sim, se duas pessoas que não se conhecem podem se casar depois de responderem 36 perguntas, porque é que um casamento não pode ser salvo com apenas 20 perguntas respondidas honestamente?

Bem, a seguir estão as 20 perguntas feitas e o que cada uma delas tenta descobrir

1. Se te perdesses na selva, com quem gostarias de estar, que não fosse teu companheiro?

Ser interrogado para algo tão sério como salvar um casamento pode ser tenso. É por isso que esta pergunta foi feita para quebrar a tensão do momento.

2. Em que período da história você gostaria de viver? Por quê?

Pretende-se descobrir o que lhe agrada e os sonhos de seu parceiro. Parece um pouco estranho, mas a realidade é que muitas das coisas que podem agradar alguém podem derivar de algo tão simples como dizer que teria gostado de ter vivido no século 1 antes de Cristo. Da mesma forma, também pode dar muitas pistas sobre a personalidade do seu parceiro.

3. Se tivesse algum poder, qual seria e por quê?

Esta pergunta mostra o que seu parceiro acha ser uma dificuldade. E responder a razão de desejar tal poder lhe permite ver sua maneira de solucionar essa dificuldade.

4. Como seria um dia perfeito desde a hora de levantar até a de deitar?

A intenção é saber o que faz seu parceiro feliz ou não.

5. Se os tivesses diante de você, qual dos seus pais ou avós você escolheria para fazer uma pergunta e qual seria essa pergunta?

Dá luz sobre como e com quem seu parceiro se relacionava melhor. Além disso, também o ajuda a saber a razão pela qual ele ou ela age de certa maneira.

6. Pelo que se sente mais agradecido, além do seu casamento e filhos?

É uma forma de focar na realidade da qual ele gosta e ver além das coisas que não estão indo bem.

7. Qual é a sua maior força e maior fraqueza?

Isso ajuda você a saber o que ele diz a si mesmo e não revela facilmente. Pergunte-lhe também sobre qual das 2 respostas lhe custou mais dar; isto para saber em que se concentra mais, se no bom ou no mau.

8. Que sonho ainda deseja realizar?

Convida à exploração do futuro. Pergunte-lhe também por que não conseguiu.

9. Conte a história da sua vida em cinco minutos.

Permite ver um pouco de intimidade e como ele a expõe.

10. Qual é sua recordação mais dolorosa da infância?

Permite ver o que e como essa situação o afetou e moldou sua personalidade a longo prazo.

11. Tem algum pressentimento sobre como vai morrer?

As pessoas pouco pensam na morte e é por isso que esta pergunta busca conscientizar-se sobre sua mortalidade e a importância de agradecer pela família que formou.

12. O que dá sentido à sua vida?

Esta pergunta procura descobrir o que o faz querer se levantar a cada dia e o que o faz preservar-se de perigos.

13. Que qualidades viu no seu par que o tornavam especial?

Redescobre a razão pela qual se apaixonaram. Além disso, é justo que perguntem sobre o que sente a respeito desse mesmo aspecto na atualidade.

14. Qual é a lembrança mais especial que você tem do casamento ou do primeiro encontro?

Por serem datas especiais, as histórias engraçadas podem lhes lembram que uma vez foram felizes e se amaram.

15. Diga três coisas que ambos têm em comum.

É para descobrir como está a relação hoje em dia.

16. Já se sentiu humilhado e envergonhado? Dê-me um exemplo de quando o responsável foi seu parceiro e quando não foi.

Sentir vergonha é uma das emoções mais difíceis de controlar. Ajudará a que se tornem conscientes de suas falhas, a compreender-se e a pedir perdão pelo dano cometido.

17. O que para você é tão sério na relação que não se pode fazer piadas a respeito?

Há pequenos segredos íntimos que são mais sérios do que acreditam. Por isso é importante saber como, quando e por que poderiam falar sobre esses temas.

18. Complete a seguinte frase: “Quem me dera ter alguém com quem compartilhar…”

Essa pergunta os projeta para o futuro. É importante que saibam que tanto os interesses do casal como os individuais importam; por isso, a pessoa que aparece na resposta pode ser diferente do cônjuge. Se ele se sente excluído, é justo que diga.

19. Se houver algum aspecto de seu comportamento que gostaria de mudar, qual seria?

É uma pergunta compromisso que busca que falem mais sobre esse assunto e saber como podem fazer mudanças.

20. Qual foi a pergunta mais difícil de responder? Por quê?

Faz com que ambos analisem a experiência

É justo que sejam sinceros e prudentes na hora de dar respostas, que saibam que podem ferir a seu cônjuge; porém, isto lhes ajudará a redescobrir-se, não como pessoas que já se fartaram um do outro, mas de um casal que mudou ao longo dos anos e merece continuar juntos.

Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa do original 20 preguntas para salvar tu matrimonio del divorcio (y volver a enamorarte)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *