O casamento é mais que uma cerimônia

briga-no-casamento

O brilho e o encanto da festa logo se transformam num álbum de retratos e em um DVD. Com o casamento, cada um leva a sua historia de vida, seus costumes, suas manias.

Nem sempre o inicio do casamento é fácil, pois dividir o mesmo espaço com outra pessoa, algumas vezes pequenas coisas viram motivos para brigas constantes.

Um não aceita que o outro deixa a tampa da pasta de dente aberta, a toalha molhada jogada na cama. O outro reclama que não é para colocar o pé em cima do sofá e nem está acostumado a dormir de janela aberta.

E são nestas pequenas coisas e manias que os relacionamentos vão se gastando. É o marido que reclama que o arroz servido na casa da mãe dele é mais soltinho.

É a esposa que reclama que o seu pai que nunca deixou de ligar para avisar que ia se atrasar 15 minutos.

Numa vida a dois, é necessário conviver com as manias de casa um e não fazer destas pequenas coisas, uma tempestade.

Uma cliente me contou que o seu marido pediu o divorcio. No dia em que assinaram o divorcio, ela perguntou ao marido qual foi o motivo da separação. Ele disse: “você não sabe o que ter aguentado um ano infernizando minha vida”. Tire os pés do sofá, não coloque o copo em cima da mesa…

A cliente me contou que seu ex-marido, pulava com sapato no sofá e dizia: “este sofá é meu, vou pular nele ate rasgar e nunca mais quero te ver na minha frente.”

E ela perdeu o seu marido, que segundo ela mesma, era uma pessoa super bacana, por ser inflexível, mandona e chata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *