Como lidar com a ansiedade do início de um relacionamento

Quando estamos no começo de um namoro, uma explosão de sentimentos e preocupações começam a tomar conta da nossa cabeça. Isso porque ainda não conhecemos suficientemente nosso parceiro (a) e suas reais intenções. Com isso surgem os primeiros sinais da ansiedade.

Conciliar a vida familiar, afetiva e profissional não é uma tarefa tão simples e por esse motivo, é imprescindível que aprendamos a desenvolver nossa inteligência emocional. Por meio dela, conseguimos obter resiliência para enfrentar todas essas situações.

Estar apaixonado implica em diversas circunstâncias. Muitas vezes as decepções do passado fazem com que o desejo de fazer o relacionamento dar certo, se sobreponha a qualquer prioridade.

Para amenizar esse desconforto e te deixar tranquilo (a), separamos algumas dicas para você aprender a lidar com a ansiedade do início de relacionamento.

Respeite o espaço do outro e seu espaço também

Tudo é muito gostoso no começo de um namoro. Os encontros, as mensagens trocadas, os flertes e os planos para o futuro. Tanta intensidade pode acabar interferindo na individualidade dos envolvidos na relação.

Neste contexto, o ideal é definir esses limites. Afinal, ambos têm suas vidas e suas responsabilidades no dia a dia. Estabeleça horários específicos para conversar com seu parceiro (a), e que de preferência não atrapalhem as tarefas do cotidiano.

Fale com um amigo ou especialista

Conversas com um amigo(a) é um poderoso método para te auxiliar com os sintomas de ansiedade. Se preferir procure um especialista, pois um terapeuta pode te ajudar a lidar com o excesso de preocupação e te ensinar a trabalhar com todos esses sentimentos que têm permanecido à flor da pele nos últimos tempos.

 

Terapia é uma importante aliada nesta etapa

Assim como em qualquer outra fase turbulenta, a terapia é um poderoso método para te auxiliar com os sintomas de ansiedade.

Se você ainda não sabe lidar com o excesso de preocupação, vale a pena consultar um profissional para aprender a trabalhar com todos esses sentimentos que têm permanecido à flor da pele nos últimos tempos.

Fale sobre seus medos e anseios, um bom psicólogo saberá te orientar da melhor forma possível. Provavelmente, ele indicará atividades que te façam ocupar a mente, como a prática de exercícios físicos.

Se exercitar regularmente diminui significativamente os sintomas de ansiedade em virtude da liberação de serotonina e endorfina, cujos neurotransmissores estão diretamente relacionados ao estímulo de prazer e bem-estar.

Mantenha o pé no chão: cuidado com as ilusões

Outra dica importante é evitar o excesso de expectativas. Idealizar demais um relacionamento também é um gatilho para o comportamento ansioso. Deixe tudo acontecer naturalmente, assim a relação a dois se torna mais leve e saudável.

Se você está procurando a pessoa certa, conheça a Par Ideal, uma agência de assessoria em relações humanas que promete total segurança e sigilo na apresentação dos interessados.

Preencha nosso formulário para saber mais detalhes sobre nosso trabalho. Se preferir, pode entrar em contato pelo telefone: (41) 3262-1480 ou pelo e-mail: parideal@agenciaparideal.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *