Solteiro por opção

Buscar um casamento ou a maternidade não deve ser resultado da pressão da sociedade para apresentar uma estrutura familiar padrão, pois as consequências podem ser desastrosas. Muitos divórcios e traumas de relacionamento são resultado de uniões impulsivas.
Existem pesquisas que revelam que as pessoas casadas vivem mais e são mais felizes, mas vale lembrar que esta informação não é uma verdade absoluta e que uma união precipitada não garante a felicidade de ninguém.
É preciso respeitar o tempo de cada um! Para alguns solteiros a ideia de manter o controle sobre a própria vida é sinônimo de felicidade e não de solidão. Estar solteiro não significa ficar sozinho. A pessoa pode ter relacionamentos sem compromisso até o momento em que sinta a necessidade ou vontade de encontrar o par ideal para dividir sua vida.
Deixe o preconceito de lado e lembre que o solteiro não é uma pessoa sozinha, mas alguém que no momento optou pelo controle absoluto da própria vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *