6 DICAS PARA TER UMA DISCUSSÃO DE RELACIONAMENTO [DR] EFICAZ E SEM TRAUMAS

6 DICAS PARA TER UMA DISCUSSÃO DE RELACIONAMENTO [DR] EFICAZ E SEM TRAUMAS-par-ideal

Diálogos são fundamentais para aparar arestas, negociar, solucionar conflitos, conhecer o parceiro e a si mesmo e construir intimidade. Mas não se pode confundir diálogo com uma lista interminável de queixas. Vejas algumas dicas que vão ajudar você a ter uma DR mais eficiente.

  1. Não discuta em festas, em público, reuniões familiares ou locais de trabalho. Conversar em bares, baladas ou sob efeito de álcool também dá errado.
  2. Tenha calma e não crie clima de agressão, crítica destrutiva ou acusação. A ideia é construir a relação, não encontrar culpados.
  3. Encarar uma D.R. como ofensa é comum entre casais, ainda mais se existe desgaste e problemas de comunicação cristalizados. Para evitar mal-entendidos, inicie a conversa falando de si e não do outro.
  4. Aprenda a ouvir de fato o que o outro tem a dizer. Exercite a humildade reconhecendo os próprios erros.
  5. Não fique competindo para ver quem tem razão, pois o objetivo é encontrar formas de cooperar. Quando há disputa de poder, quem perde sempre é a relação.
  6. Diferenças entre o casal são normais, mas exigem flexibilidade. Uma pessoa amadurecida suporta e admira a diferença, já que é ela que alimenta o relacionamento.

O erro mais comum dos casais, no entanto, é iniciar a conversa acusando e cobrando o outro. Quando se ataca, um lado se sente ameaçado e, naturalmente, tenta se defender, geralmente, partindo para a briga. Nesse caso, se aconselha a começar a D.R. falando de si, expressando os próprios sentimentos. Diga, por exemplo, que você está triste, não está se sentindo bem.

Outro problema entre casais é a posição defensiva de alguns parceiros, que acham que estão sendo sempre cobrados, então, fecham-se e não querem ouvir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *