O que é ser pai nos dias de hoje

Ser pai nos dias de hoje é completamente diferente do que era há uns anos!

ser-pai-dia-dos-pais-sheila-rigler

Com o passar dos anos, o pai foi ocupando um outro lugar na família e hoje está diferente. Atualmente, no conceito mais moderno de família, pai e mãe partilham as mesmas tarefas e a distinção de papéis comum há duas décadas atrás já não existe.

A própria evolução natural da sociedade exigiu esta mudança e fez com que o papel do pai ganhasse uma nova configuração. Hoje, o pai é mais caloroso, mais apoiante, tem uma proximidade emocional com a criança, quer transmitir-lhe apreço e acompanhar o seu desenvolvimento de uma forma mais ativa.

Um estudo apresentado no I Congresso de Psicologia do Instituto Superior de Psicologia Aplicada, em Lisboa, veio comprovar que, atualmente, o pai assume mais responsabilidades nas atividades do dia a dia das crianças do que há uns anos atrás. Os investigadores do mesmo estudo afirmam que se constata uma presença maior do pai em dimensões relativas aos cuidados, ao apoio emocional e à estimulação das crianças, tarefas nas quais o pai tradicionalmente não se envolvia

Alterações sociais como a profissionalização maciça do trabalho feminino, a divisão das tarefas domésticas do cuidar dos filhos ou as novas tipologias de famílias, resultantes das separações e dos divórcios, contribuíram para esta mudança, tal como as próprias expetativas da sociedade e a crescente preocupação com o bem-estar e desenvolvimento das crianças, revela o mesmo estudo, levado a cabo por um grupo de investigadores da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação, da Universidade do Porto.

O pai moderno não quer ser mais somente o provedor do lar. Eles querem acompanhar o crescimento dos filhos, quer estar próximo deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *