Não são dos bonzinhos que elas gostam mais

par ideal-homens bonzinhos-sheilarigler

Não são dos bonzinhos que elas gostam mais

Ele telefona para saber se ela chegou bem ao trabalho, não hesita em dizer que a ama, suporta sem problemas seu mal humor, concorda com tudo que ela pensa. É gentil e paciente, um verdadeiro cavalheiro. Abre a porta do carro, paga as contas, tudo parece um conto de fadas, pois esses atributos são importantes para um relacionamento feliz e harmonioso.

Porque será que muitas mulheres se separam de homens assim?

Perguntei a uma amiga porque ela se separou do seu marido, pois ele parecia ser um bom marido. Para ele tudo estava bem. Ela viajava a trabalho e ele cuidava dos filhos, nunca reclamava de nada e fazia todas as vontades dela. Sabe o que ela me respondeu: “Ele não fez nada de errado, só que também não fez nada…para ele tudo está bem…não discorda de nada, aceita tudo o que eu faço e cansei…o relacionamento se tornou entediante.”

Muitas vezes este que parecia ser o homem Ideal, acaba cansando. O excesso de gentilezas do companheiro “bonzinho” não deixa espaço para discordâncias. Não que as mulheres queiram um homem mal educado, mas homens “bonzinhos” demais, geralmente se escondem por trás da sua bondade, são pessoas muito passivas, chegando até a serem submissas.
Homens “bonzinhos” no relacionamento também são “bonzinhos” no trabalho, com os amigos e não raramente são explorados.
As mulheres não querem um homem passivo, que na sua submissão aceite tudo que vem da companheira.
As mulheres querem um homem disposto a enfrentar conflitos, que tenha força de vontade, que às vezes se arrisque, que a proteja, que tome posição clara a fim de confrontar aquilo que julga ser o melhor para os dois. O homem “bonzinho” é desprovido de emoção e não é capaz de enfrentar conflitos.
Mulheres querem ser protegidas, querem um homem que lhes dê segurança. Querem ter certeza que no momento que precisarem estarão ao lado de um companheiro que irá exigir que seus direitos sejam respeitados e não simplesmente concordar para evitar conflitos e aborrecimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *