OS RELACIONAMENTOS DO FUTURO

relacionamentofuturo

Ray Kurzweil, de 63 anos, é o maior futurista do mundo. Afirma que nos próximos 20 anos o computador terá inteligência humana e que a morte será contornável

O guru do futuro preferido do ex-Presidente Bill Clinton e do fundador da Microsoft, Bill Gates, ele escreveu um ensaio de 150 páginas com um balanço de todas as previsões dos últimos 25 anos. Das 147 previsões a ser cumpridas até 2009, 86% estavam correctas. A média de acerto dos futuristas é de 10%. Mas uma das erradas é a que teríamos carros que se conduziriam sozinhos em 2009. Eles existem, mas não da maneira ampla que previu.

Segundo ele, em 2029 o computador terá inteligência humana e será superior a nós. Terá uma memória perfeita, comunicação veloz e habilidade para se aperfeiçoar. É uma transformação tão poderosa que lhe chamamos singularidade, é um conceito da física. A partir de 2045 a sociedade e a vida como a conhecemos transformar-se-ão tanto que é difícil prever como será.

Nos próximos 15 anos teremos robôs para limpar a cozinha e lavar a louça, por exemplo. Pouco depois teremos robôs que cuidarão de pessoas doentes.

Os computadores passarão o teste de Turing, criado para distinguir a inteligência artificial da humana, em 2029. Ou seja, não conseguiremos fazer essa distinção no plano intelectual. Teremos relações emocionais com os computadores porque as reações deles não se distinguirão das nossas.

Segundo as previsões de Ray Kurzweil, antes de 2030 passaremos boa parte do tempo em ambientes de realidade virtual. As realidades fabricadas pelas máquinas serão transmitidas para o nosso cérebro. Os computadores simularão os sinais produzidos pelos nossos sentidos.

E de acordo com as previsões do maior futurista de todos os tempos, antes de 2030 as pessoas passaram a namorar e a relacionar com robôs.

O que vocês acham destas previsões?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *