Se o amor é remédio, o relacionamento é dor de cabeça.

amornaoeremedio

Vivemos num mundo cada vez mais dinâmico, os relacionamentos amorosos tiveram um retrocesso, pois os laços afetivos estão cada vez mais frágeis e volúveis.

As pessoas estão cada vez mais convencidas de que um relacionamento exige demais de si mesmas e não estão dispostas a pagar o preço. Querem entrar em um relacionamento com as mesmas garantias que fazem negócios no mercado de ações. Querem prever todos os eventos que possam acontecer e minar o investimento feito. Mas quando o assunto é amor, não há garantias. É um cheque em branco que você assina e não sabe o preço que ira pagar.

Um novo amor cura a dor de um amor perdido? Um novo amor pode muito distrair o seu pensamento. Caso você esteja com problemas pessoais mal resolvidos, você só mudará de endereço ou de fachada.

E não adianta o numero de relacionamento que você já tenha vivido, quando você estiver á amando novamente nada do que você aprendeu anteriormente terá aplicação se você não souber o quão disposto está a abrir Mao e se entregar. Se o amor é remédio, o relacionamento é dor de cabeça. O amor não é só sentimento, é ação. Amor é cuidar, é apoio, elogio, vida estável, confiança e uma vida com significado. O amor continuará a ser uma busca do ser humano e a fragilidade nas relações suas maiores dores. Aprenda a cultivas a paciência e a consciência de que embarcar num relacionamento exige coragem e humildade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *