Sozinhos ou acompanhados temos metas para o coração.

Só ou acompanhando

 

 

 

 

 

 

 

No inicio do ano, todos repensam suas vidas e elaboram metas para o ano novo. As questões amorosas fazem parte das metas da maioria das pessoas. Mudar e ter uma verdadeira transformação faz com que resolver questões afetivas transforme-se em uma metas para o novo ano.

Existem aqueles que iniciaram 2015 sem um grande amor e começaram o ano em busca do par ideal. Isso é bom, mas não pode existir uma pressa excessiva. Estar solteiro não é uma situação ruim da qual você precisa sair com urgência por isso com sabedoria muitos dizem que é melhor estar só do que mal acompanhado e eu concordo plenamente.

Encontrar o verdadeiro amor pode ser um dos seus propósitos para 2015 mas lembre que isso pode demandar tempo, afinal você precisa conhecer as pessoas para saber se existe compatibilidade e descobrira a real felicidade. Outra questão freqüente é repensar a relação quando já estamos bem acompanhados. Sabemos que a historia de amor tem muito mais desafios do que é retratado em filmes e novelas. Muitas brigas ganham proporções desastrosas simplesmente porque a pessoa que esta ao seu lado esquece que existe um limite entre intimidade.

A verdade é que sozinhas ou comprometidas as pessoas sempre tem questões de relacionamento que precisam ser resolvidas. Mas se isso é verdade por que perder tempo com desânimo, brigas e tristeza?  Se quer mudar sua vida amorosa neste ano lembre que alegria, disposição e paciência são ótimos aliados e que todos os problemas são resolvidos no tempo certo, basta ser mais flexível na hora de buscar solução!

Na segunda feira vou falar sobre uma pesquisa que saiu no final do ano “É melhor  estar só ou bem acompanhada?”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *