Os perigos de relacionamentos virtuais.

Perigo mulheres

 

 

 

 

 

 

Há muito tempo venho alertando sobre os perigos de se conhecer pessoas por meio de sites de relacionamento.

Na Europa e no Canadá inúmeros sites já alertam as usuárias sobre golpistas, estão pedindo que as mulheres apaixonadas que caíram na armadilha dos falsários avisem e façam denuncias na polícia.

Ontem no Fantástico, ouvimos relatos de mulheres aqui no Brasil que caíram nas promessas de amor dos golpistas da internet.

Quem acha que são mulheres sem cultura que se iludem facilmente, ledo engano. São mulheres bem sucedidas, profissionais respeitadas com bom nível financeiro cultural, social e econômico.

Nesta entrevista no Fantástico, foram duas profissionais liberais que não quiseram se identificar relataram sobre o envolvimento delas com os estelionatários. No entanto o numero de pessoas que caem nestas armadilhas é imenso. Uma das vitimas, uma psicóloga chegou a enviar para o golpista R$ 102.000,00 (Cento e dois mil reais).

Somente o perito em segurança virtual Wanderson Castilho, já atendeu mais de 200 casos de mulheres que foram enganadas pelas quadrilhas especializadas em criar um clima romântico para seduzir as mulheres e extorquir dinheiro.

Dicas do especialista em crime virtual para não cair no golpe:

– Identifique de onde partiu o convite de amizade, se ele conhece alguém na sua rede social.

– Desconfie de quem não quer aparecer na câmera e nem falar ao telefone.

– Guarde todas as mensagens e releia com atenção o histórico em busca de alguma mentira e contradição.

Minha dica:

– Ao invés de procurar um site de relacionamentos é mais seguro se cadastrar em uma agência de relacionamento real e não virtual.

– Mesmo numa agência real, verifique há quanto tempo ela funciona, se existe C.N.P.J., se tem um contrato jurídico de prestação de serviços, qual é o público que está cadastrado e quais a formação dos profissionais que atendem na empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *