Pesquisa inédita sobre a percepção dos homens acerca da violência doméstica contra as mulheres.

a-violencia-psicologica

Há vários anos o Instituto Avon desenvolve ações de responsabilidade social no enfrentamento à violência contra as mulheres e ao câncer de mama. No final de 2012, o Instituto aderiu à Campanha Compromisso e Atitude pela Lei Maria da Penha.

No dia 29 de novembro em São Paulo, a pesquisa inédita Instituto Avon/Data Popular – Percepções dos Homens sobre a Violência Doméstica contra a Mulher foi divulgada.

A pesquisa Percepções dos Homens sobre a Violência Doméstica contra a Mulher foi realizada entre agosto e setembro de 2013, e incluiu duas etapas, uma quantitativa – com entrevistas em profundidade com 995 homens e 505 mulheres de 16 anos ou mais, em 50 municípios das cinco regiões brasileiras – e uma qualitativa, em que participaram 13 especialistas no tema da violência doméstica contra mulheres e seis homens autores de violência.

O que os homens pensam sobre a violência doméstica cometida contra as mulheres

  • 56% dos homens admitem que já cometeram alguma dessas formas de agressão: xingou, empurrou, agrediu com palavras, deu tapa, deu soco, impediu de sair de casa, obrigou a fazer sexo
  • 75% dos homens apanharam de um adulto quando criança
  • Maioria considera inaceitáveis certas condutas por parte da mulher:
    85% condenam que ela fique bêbada; 69% que saia com amigos/as, sem o marido;
    46%, que ela use roupa que consideram “inadequada”
  • 37% dos homens acham que, por causa da Lei Maria da Penha, as mulheres os desrespeitam mais
  • 89% dos homens consideram inaceitável que a mulher não mantenha a casa em ordem
  • 53% a mulher é a principal responsável pelo sucesso do casamento
  • 96% aceitariam alguma forma de mediação em caso de conflito com a mulher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *