Os opostos se atraem e depois se traem.

Separacao-precoceUm novo estudo mostra que, quando alguém está procurando um parceiro, espera encontrar as mesmas características do que as suas mesmo assim, as pessoas dizem estar procurando por alguém diferente.

Recentemente o professor Pieternal Dijkstra, da Universidade Groningem, conduziu um estudo com pessoas em busca de um parceiro. Elas teriam que responder questionários relacionados à sua personalidade, assim como a da personalidade que queriam em um par. A pergunta final era se eles buscavam alguém que os completasse ou que se parecesse com eles.

As respostas mostraram que os traços de personalidade que os voluntários buscam em outras pessoas são os mesmos que definem como seus. Porém quando foram indagados se queriam alguém parecido ou diferente, 85.7% responderam que queria alguém diferente, que “completasse o casal”.

“Quando são indagadas sobre suas preferências amorosas, as pessoas tendem a ser mais românticas do que praticas e muitas vezes não percebem qual é o seu verdadeiro desejo em relação a um parceiro”, segundo o professor Pieternal Dijkstra.

Eu concordo plenamente com este estudo. Desde que fundei minha empresa, apresento pessoas com alto grau de afinidades. Dos 1985 casamentos realizados por intermédio da Par Ideal, apenas 42 casais se separaram e com estes números a teoria se confirma.

Antigamente dizia-se “Os opostos se atraem.”, hoje “Os opostos se atraem e depois se traem”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *