Dia Mundial da Saúde Mental

imagesMais de 350 milhões de pessoas no mundo sofrem de depressão, segundo estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgadas por ocasião do Dia Mundial da Saúde Mental, que será promovido nesta quarta-feira. Segundo a OMS, a depressão é comum em todas as regiões do mundo. Um estudo realizado com o apoio da OMS mostra que em torno de 5% de pessoas sofreram com a depressão no último ano. Segundo a (OMS) é necessário combater este transtorno.

Hoje existem tratamentos muito eficazes contra a depressão. Infelizmente, menos da metade das pessoas deprimidas recebem os cuidados de que necessitam

A OMS define depressão como um transtorno mental comum, caracterizado por tristeza, perda de interesse, ausência de prazer, oscilações entre sentimentos de culpa e baixa autoestima, além de distúrbios do sono ou do apetite. Também há a sensação de cansaço e falta de concentração. Casos de depressão leve podem ser tratados sem medicamentos, mas, na forma moderada ou grave, as pessoas precisam de medicação e tratamentos profissionais.

A depressão pode ser de longa duração ou recorrente. Na sua forma mais grave, pode levar ao suicídio. Cerca de um milhão de pessoas se suicida a cada ano e uma grande porcentagem delas padece de depressão profunda. Mais de 50% das pessoas que se suicidam sofriam de depressão. Vários fatores podem levar à depressão, como questões sociais, psicológicas e biológicas.

Estudos mostram, que as mulheres são mais propensas a sofrerem de depressão, uma em cada cinco mulheres que dão à luz acaba sofrendo de depressão pós-parto.

Devido ao estigma associado à doença, muitos dos portadores de depressão não admitem que estão doentes. Além disso, segundo o especialista, a depressão muitas vezes está mal diagnosticada nos jovens e crianças. A primeira etapa do tratamento consiste em admitir que se sofre com a doença e buscar ajuda, enfatiza a OMS. Quanto antes for iniciado o tratamento, mais eficiente ele é. Os tratamentos são psicossociais e farmacológicos. Por outro lado, a participação ativa das pessoas deprimidas e de seus parentes no tratamento é essencial.

Depressão é um problema de saúde pública em todo o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *