O AMOR É CEGO

tumblr_lfuerpq63G1qg2i6to1_500

Quem nunca ouviu falar na expressão “o amor é cego”?

Na novela Em Família, o relacionamento de Luiza (Bruna Marquezine) e Laerte (Gabriel Braga Nunes), é um típico exemplo que o amor é cego. Todos os amigos e familiares avisam Luiza que ela não deve de relacionar com Laerte, o grande vilão da novela e só ela não enxerga. Porque será que isso acontece?

Segundo a pesquisadora Mara Dierssem, do Centro de Regulação Genomica de Barcelona, o amor é cego, sim! Quando a pessoa está apaixonada ela perde a capacidade de criticar o seu parceiro, pois o amor “desativa” a zona do cérebro encarregada do julgamento social e da avaliação das pessoas. Segundo a pesquisadora, o amor é “uma dependência química entre duas pessoas” e quando se esta apaixonado os defeitos do outro não são vistos e suprime-se a capacidade de criticar os entes queridos.

A primeira fase de uma relação é de encantamento. É a fase da Paixão, onde o amor é “cego” e não enxergarmos os defeitos do outro. Por mais maravilhosa que seja esta fase romântica, onde o cérebro aumenta a produção de endorfinas e da a sensação de felicidade, ela termina. É quando começamos a ver as diferenças e os defeitos do outro. Muitos casais não suportam conviver com estas diferenças e esta fase de desencantamento, muitas vezes é frustrante e é encarada com raiva e desapontamento.

É importante que você saiba que se o julgamento sobre a pessoa amada for negativo, da maioria dos familiares e amigos, você vede ficar alerta, pois você pode estar cega de paixão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *